(14) 3815-6064 | (14) 3815-4102



Acesse nossa página no Facebook Home
Projeto Musicalizando

Patrono

Em 11 de julho de 1836 nasce, em Campinas, Carlos Gomes, filho de Manoel José Gomes e Fabiana Maria Jaguary Cardoso. Durante a adolescência apresentava-se com seus irmãos na banda do pai em bailes e concertos. Neste período, já compõe músicas religiosas e modinhas. Morreu em 16 de setembro de 1896.

A vida de Carlos Gomes se confunde com a história do Brasil. A Monarquia foi o palco perfeito para sua ópera, que, no dizer de José Murilo de Carvalho, compunha a própria natureza do Império. Uma vida como espetáculo, marcada pelas transformações de um país que apenas ensaiava sua nacionalidade. Um país de escravos e senhores, um lugar em construção, presente no sonho romântico de O Guarani - em que índios e brancos se unem numa narrativa de amor - ou no abolicionismo retratado em O Escravo, idealizando um país livre da opressão.

Objetivo

O Projeto Musicalizando insere-se no Programa de ações sócio-educativas do Núcleo, que promove convivência fraterna e cujo objetivo é a promoção de valores pessoais, que se exteriorizam no comportamento social dos participantes. Estas ações, que são oferecidas de forma inteiramente gratuita, têm como alvo a família, que é essencial à constituição de vínculos afetivos importantes. Torna possível evitar a permanência de crianças e adolescentes nas ruas. Assim, evitar que eles próprios, seus irmãos e familiares permaneçam expostos as situações adversas comuns àqueles que vivem fora das escolas.

As atividades do Projeto foram estabelecidas baseadas nos recentes avanços das Neurociências, segundo as quais, atividades voltadas à música promovem estimulação cerebral, através do incremento de redes neurais, favorecendo o desenvolvimento de áreas responsáveis pelo raciocínio lógico.

- Participação e funcionamento

Os candidatos a participar das atividades do Projeto Musicalizando, (desde que inscritos no Centro de Atendimento Comunitário), inicialmente fazem testes próprios da área artística. Depois, se aprovados, poderão participar de ensaios e apresentações intra-muros.

Nas apresentações externas, de acordo com as necessidades, possibilidades e repertório, entre outros fatores, torna-se necessário selecionar entre os já adaptados, número compatível ao meio de transporte e aos demais recursos que sejam oferecidos. Assim, rodízios e/ou remanejamentos são inevitáveis.

O Projeto Musicalizando é coordenado por voluntários, fazendo suas apresentações de forma gratuita. Caso haja qualquer contratempo ou impossibilidade de participação desses voluntários, as atividades musicais poderão ser suspensas, temporária ou definitivamente, sem quaisquer prejuízos para as demais ações sócio-educativas do Centro de Atendimento Comunitário. O mesmo poderá ocorrer se a contribuição dos parceiros que mantém o projeto (através da doação de roupas, calçados, túnicas, transporte, instrumentos, etc) venha a faltar.

- Histórico e atividades (Fanfarra - Coral - Banda Jovem)

O Projeto Musicalizando foi criado em 2000, com a idéia de trabalhar Cultura Musical e realizar, em datas significativas, apresentações de violão, flauta e piano no próprio Núcleo. Em 2001, com a chegada de um grupo de voluntários (regente, violinista, contrabaixista, tecladistas e percussionistas), o Projeto ganhou nova dimensão, ampliando as atividades já existentes com a organização da Fanfarra e do Coral.

Para a Fanfarra conseguiu-se os trajes apropriados e os instrumentos necessários com empresas e outros doadores, possibilitando sua apresentação em todas as datas cívicas ou eventos para os quais é convidada.

O Coral organizou-se inicialmente para apresentações no próprio Núcleo, em datas festivas ou comemorativas. A partir de setembro de 2002 as apresentações deixaram de ter caráter interno e se estenderam a outras cidades, mediante convite de instituições e/ou pessoas físicas. Para estas apresentações tornou-se necessário ampliar o aprendizado na área da Teoria Musical, o que favoreceu ampliar o repertório, que passou a contar com composições dos maiores nomes da música popular brasileira, possibilitando aos participantes, o conhecimentos dos valores da cultura brasileira, assim como composições eruditas, propiciando o estudo da vida dos compositores e o contexto em que eles produziram essas obras.

Em novembro de 2004 o Coral gravou um CD, com 13 músicas de grande sucesso da MPB e da Música Internacional. O CD teve o apoio cultural da Prefeitura Municipal de Botucatu e da Secretaria da Cultura de Botucatu, CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas de Botucatu, HRP Promoções Artísticas, IB - Instituto de Biociências de Botucatu, da UNESP, Induscar, Stand Plus e UNIMED – Botucatu .

O lançamento do CD mereceu a Moção de Congratulações n.º 043 da Câmara Municipal de Botucatu “por ser este disco mais um importante passo da brilhante carreira do Coral Juvenil do Núcleo Assistencial “Joanna de Ângelis”, no cenário artístico nacional”.

Busca-se atrair para as atividades da Fanfarra e do Coral, crianças e adolescentes já inscritos no Núcleo, para que firmem sua presença na Instituição, evitando assim o convívio com situações perniciosas para seu desenvolvimento. Além disso, os familiares destas crianças e jovens sentem-se também motivados a participar das atividades que a Instituição pode pôr à sua disposição, favorecendo assim não só o ingresso mas a permanência nos grupos de apoio incumbidos de pôr em prática as ações sócio-educativas da Instituição.

Como os inscritos no Núcleo já vêm praticando música há mais de sete anos, isto tem despertado nos professores-músicos interesse e admiração pelos talentos já revelados.

Identificados os talentos e visando consolidar a presença de crianças e jovens na instituição, organizou-se a Banda Jovem, formada por 30 crianças e adolescentes. Entre as atividades previstas, independentemente de suas próprias apresentações, está o acompanhamento do Coral e a incorporação na Fanfarra, que se transformará em Banda Marcial. Os professores, mantidos por patrocinadores, são do Conservatório de Tatuí e os instrumentos foram doados pela Prefeitura Municipal de Botucatu e outros parceiros.

- Outras Atividades

São realizadas atividades regulares com 1 coral, 1 orquestra de sopros, 1 banda marcial e 7 turmas de musicalização, além das aulas teóricas e práticas, em grupo e individuais, de instrumentos. No total, realiza cerca de 30 apresentações por ano, em Botucatu, cidades próximas e outras não só do Estado de São Paulo; algumas das apresentações são em eventos importantes como o "Gran Finale" (Festival Nacional de Corais Infantis, evento no qual reúnem-se mais de 500 crianças de corais de todo Brasil) e encontros de corais dos"Canarinhos da Terra" (realizado pelo Ponto de Cultura homônimo na UNICAMP, Campinas),"Canta Brasil" (Festival Internacional de Corais São Lourenço-MG), e programas de televisão como o "Ação" (Rede Globo) e "Viola minha viola" (TV Cultura).

Links Parceiros:

- http://www.cultura.gov.br/site/wp-content/uploads/2010/03/pontinhos.pdf
- http://www.botucatu.sp.gov.br/semanario/docs/semanario_1079.pdf



Conheça outros projetos

- Projeto Crescer

- Projeto Despertar

- Projeto Euripedes Barsanulfo

- Projeto Musicalizando

- Projeto Saber

Desenvolvido por Rafael Gomes